logo

logo logo logo Colab

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações Sexec

Licitações SEMUG


Início
Niterói apresenta ações de resiliência da cidade no Circuito urbano da ONU-habitat PDF Imprimir E-mail

01/10/2019 – O seminário “Niterói Resiliente - por uma gestão mais participativa e sustentável” abriu nesta terça-feira, no auditório do Caminho Niemeyer, o circuito urbano da ONU-habitat, que terá uma série de eventos ao longo deste mês de outubro em várias cidades brasileiras. A cidade de Niterói foi a escolhida para sediar o evento por conta das muitas ações voltadas para a resiliência.


O tema deste ano do Circuito Urbano é “Cidades Inovadoras e Inclusivas” - Como a inovação pode aprimorar serviços e políticas urbanas de maneira inclusiva e sustentável?”

Participaram do seminário o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, Axel Grael, a oficial nacional da ONU-habitat para o Brasil, Rayne Ferretti Moraes, a secretária municipal de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa e o presidente da Clin, Luiz Fróes.

Axel Grael abriu o evento destacando as medidas que a prefeitura adotou para tornar a cidade mais resiliente e sustentável.

“O planejamento da nossa resiliência não é apenas para chuvas fortes e inundações. Tomamos medidas para superar também situações de estiagem e de queimadas. Desde o início da atual gestão, nos organizamos e passamos a buscar suprir a cidade de ferramentas e instrumental tecnológico capazes de ajudar e dar eficiência da prefeitura em suas ações”, disse Axel Grael.

Ele usou como exemplo o Sistema de Gestão de Geoinformação (Sigeo), financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), reunindo em uma plataforma única todas as informações necessárias para tomada de decisão em casos de emergência, além de investimentos na área de segurança, na Defesa Civil, na sinalização semafórica.

As informações do Sigeo podem ser acessadas pelos cidadãos através do site http://www.sigeo.niteroi.rj.gov.br/. São dados sobre escolas, clínicas da família, situação de cada uma das ruas da cidade, localização das sirenes da Defesa Civil, pontos seguros nas comunidades para o caso de chuvas fortes, localização dos pluviômetros, etc.

Durante o mês de outubro serão realizados 11 eventos, promovidos pela Prefeitura, com a chancela da ONU-habitat.

O seminário desta terça-feira contou com a apresentação do projeto “Arte na Rua”. A programação incluiu palestras sobre o Plano Municipal de Resiliência (Walace Medeiros – Secretário de Defesa Civil de Niterói), Novas Visões da Defesa Civil (Airton Bodstein – fundador e coordenador do programa de pós-graduação em Defesa e Segurança Civil da UFF), Manutenção Preventiva da Cidade (Luiz Fróes – presidente da Companhia de Limpeza Urbana de Niterói – Clin), Ações Preventivas da Secretaria Municipal de Conservação (Dayse Monassa – Secretária de Conservação e Serviços Públicos de Niterói), Cidades Resilientes: ecologia urbana e mudança do clima (Eurico Toledo – Secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade de Niterói), Relacionamento com o Cidadão e Gestão Colaborativa (Fernando Stern – Coordenador de Comunicação Digital e Relacionamento com o Cidadão da Prefeitura de Niterói) e Georreferenciamento – Sigeo (Axel Grael – Secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão de Niterói).

Circuito Urbano – A programação do Circuito Urbano em Niterói inclui, ainda: Conferência das Cidades (5/10), HackNit Itinerante (9/10), Negritude na Ciência (10/10), Conferência de Transparência e Controle Social (12/10), Ação para a Mobilidade no Bicicletário e Workshop Mobilize: Construindo a Cidade do Futuro (17/10), Feira de Ciências, Tecnologia e Inovação de Niterói (18 e 19/10), Workshop Niterói do Futuro: Compromisso com a Sustentabilidade Fiscal e o Futuro das Próximas Gerações (23/10), Apresentação Projeto Bicicleta Compartilhada (26/10) e I Fórum Intermunicipal de Tecnologia Assistiva (30 e 31/10).

Todos os 11 projetos submetidos pela Prefeitura de Niterói e aprovados pela ONU-habitat para integrar o Circuito Urbano têm uma ferramenta em comum: o Colab, sistema pelo qual a população de Niterói pode participar da administração do município, registrando via redes sociais sua opinião ou sugestões sobre os vários aspectos da cidade. As informações colhidas por meio dessa participação popular, são encaminhadas para as áreas pertinentes para providências necessárias ou, mesmo, elaboração e implantação de projetos.

ONU-habitat – O Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos atua em prol do desenvolvimento urbano social, econômico e ambientalmente sustentável e promove a moradia adequada para todas e todos. Com participação ativa nas agendas globais, é responsável principalmente pelo ODS 11, que busca “tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”.

Calendário Circuito Urbano

Dias 4 e 5 – 7ª Conferência da Cidade de Niterói – auditório do Caminho Niemeyer

Dia 8 – HackNit Itinerante - Plataforma Digital da Engenhoca

Dia 10 – Negritude na Ciência - auditório do Caminho Niemeyer

Dia 12 - 2ª Conferência de Transparência e Controle Social - Faculdade de Economia da UFF

Dia 17 - Ação para a mobilidade no bicicletário da Praça Arariboia

Dias 18 e 19 - Feira de Ciências, Tecnologia e Inovação de Niterói - Campo de São Bento

Dia 23 - Workshop Niterói do Futuro: compromisso com a sustentabilidade fiscal para as próximas gerações – Secretaria de Fazenda, na Rua da Conceição.

Dia 26 - Apresentação do Projeto das Bicicletas Compartilhadas - Bicicletário Arariboia

Dias 30 e 31 - V Simpósio Cidade Inteligentes – Fórum Intermunicipal de Tecnologia Assistiva - caminho Niemeyer

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ