logo

logo logo logo Colab

Licitações FeSaúde

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações SMEL

Licitações Sexec

Licitações SMEL


Início
Prefeitura de Niterói: isolamento social e ações contra coronavírus têm limitado propagação PDF Imprimir E-mail

04/04/2020 – Na contramão de outras cidades e do Brasil de forma geral, Niterói segue em ritmo lento no crescimento dos casos de coronavírus na cidade. Até o momento, a cidade soma 79 casos confirmados de pessoas com Covid-19. Desses, 17 estão hospitalizados, 14 em UTI e 28 já estão recuperados. O município registra agora duas mortes, com o resultado positivo de uma moradora de Camboinhas de 65 anos, hipertensa e com câncer. O balanço foi feito pelo prefeito Rodrigo Neves durante live na rede social da Prefeitura de Niterói.

 

Rodrigo Neves analisou o motivo de Niterói estar em ritmo de propagação mais lento. Ele lembra que, em dia 22 de março, as cidades do Rio e Niterói registraram o primeiro óbito. Nesse sábado (4), a capital somou 79 óbitos, enquanto Niterói registrou sua segunda morte.

“Em Niterói poderíamos ter uma tragédia porque a cidade tem características socioeconômicas e territoriais diferente do Rio e do Brasil. Niterói tem quase 50% de sua população nas classes média e alta que viajaram ao exterior, entre dezembro e fevereiro, e voltaram contaminadas, assintomáticas ou com sintomas leves como uma gripe. Se não tivéssemos adotado o isolamento social, o vírus teria se espalhado rapidamente e já teríamos uma situação de caos", disse o prefeito.

Arrendamento de hotel - Outra medida social que já foi adotada, foi a inserção da população em situação de rua em hotéis da cidade transformados em abrigos para o cumprimento do isolamento social durante a pandemia. O hotel tem capacidade para 70 pessoas. O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Axel Grael, explicou como o trabalho vem sendo realizado.

“Já temos 17 pessoas abrigadas e estamos com as equipes da Secretaria de Assistência Social fazendo a abordagem da população de rua para que eles possam se dirigir a esse espaço para cumprir também a sua quarentena com tranquilidade”, pontuou o secretário.

Auxílio para MEIs - Além das medidas sociais, a prefeitura anunciou uma série de iniciativas no âmbito econômico. O prazo para fazer a inscrição para requerer ao benefício vai até 7 de abril (terça-feira). Basta acessar o site da Secretaria Municipal da Fazenda (https://fazenda.niteroi.rj.gov.br/alvara/mei.php), e colocar o CNPJ ou o CPF para solicitar o auxílio. É preciso ser inscrito como microempreendedor individual em Niterói e ter alvará regularizado na Secretaria de Fazenda.

O cartão onde será depositado o auxílio financeiro aos Microempreendedores Individuais começa a ser entregue na próxima semana, entre os dias 13 e 17 de abril. Os cartões serão aceitos em farmácias, postos de gasolinas e supermercados. A Secretaria de Fazenda já liberou no site (https://fazenda.niteroi.rj.gov.br/site/beneficio-mei-consulta-cronograma-entrega/)

a consulta com datas e horários para retirada dos cartões no Caminho Niemeyer, além da documentação exigida. O cartão será distribuído sem nenhum crédito.  O benefício será pago por três meses, com parcelas de R$ 500, apenas nos dias 24 de abril, maio e junho.

A secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, explicou que os cartões serão entregues por ordem alfabética e, ao longo da semana, para evitar a aglomeração de pessoas no local da retirada.

“É fundamental que as pessoas só compareçam ao local, no dia e hora marcados e com seu documento de identidade e recibo impresso. Tudo foi organizado para evitar aglomerações”, afirmou a secretária.

Segundo o Prefeito, o Brasil começa agora a fase de aceleração descontrolada.

“De acordo com os especialistas, começamos nessa sexta-feira (3) a fase de aceleração descontrolada que será seguida da fase da desaceleração, mas ainda estamos longe disso. Por último, que deve ocorrer em três ou quatro meses, a fase do controle da epidemia no país. Niterói ainda não entrou na fase de aceleração e a situação na cidade é muito melhor que em outras regiões. A faixa de mortalidade do país é de 4,2% e no Rio é de mais de 4% enquanto no município está em 2,5%. Por isso é tão importante que todos perseverem no isolamento social”, enfatiza o prefeito Rodrigo Neves.

Plano de restrição - Outra medida que teve início nesse sábado (4) foi o plano operacional de restrição dos municípios limítrofes. O plano tem etapas conforme a evolução do ciclo da epidemia em Niterói e nas cidades vizinhas.

“Não estamos fechando a cidade. A operação de controle prevê o bloqueio dos acessos a táxis de outros municípios na cidade de Niterói e a redução a 30% de ônibus intermunicipais e vans dentro da cidade. A população de Niterói, em sua grande maioria, tem feito a sua parte e precisamos perseverar no isolamento. Mas preciso ressaltar que é importante a gente estimular que a população das cidades vizinhas cumpra o isolamento, como Niterói tem feito. O nosso objetivo não é fazer um fechamento da cidade, essa é uma medida para salvar vidas”, reforçou Rodrigo Neves.

Sanitização avança na cidade - Em paralelo, a sanitização - processo de limpeza das ruas e principais vias de bairros e comunidades da cidade - segue em Niterói. Nesse final de semana, as comunidades do Cravinho, Coronel Leôncio, Santo Cristo e Palmeiras, localizadas entre Fonseca e Engenhoca recebem a solução com quaternário de amônia de quinta geração. Além disso, a equipe da Companhia de Limpeza Urbana (Clin) tem na programação um roteiro que inclui: terminar Santa Barbara, Florália até o Largo da Batalha, do Posto de Saúde de Várzea em direção ao DPO de Várzea , seguindo em direção a João Nunes, do DPO de Várzea em direção à Av Central, Av. Irene Lopes Sodré, Av. Central ida e volta, Santa Rosa (Ruas Mário Viana, Maestro José Botelho,  Rua Beltrão, Santos Moreira, Rua Santa Rosa, Dr Sardinha, Prof Otacílio, Nossa Sa Auxiliadora, Dr. Martins Torres, Siqueira Campos e Vereador Duque Estrada), São Francisco (Av. Franklin Roosevelt, Ruas Rui Barbosa,  Quintino Bocaiuva, Silvio Picanço e Timbiras), Romana Gonçalves (Maravista) e Estrada do Engenho do Mato.

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ