logo

logo

Licitações FeSaúde

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações SMEL

Licitações Sexec

Licitações SMEL


Início
Dezembro é o mês de prevenção contra o HIV/Aids PDF Imprimir E-mail

01/12/2020 - No Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado nesta terça-feira (01), começa em todo território nacional o Dezembro Vermelho, da Campanha Nacional de Prevenção ao HIV/Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis.  Para chamar a atenção da população sobre a importância da prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV/Aids, monumentos e prédios públicos e privados são iluminados de vermelho.

Em Niterói, pessoas portadoras de HIV/Aids contam com ampla assistência e tratamento nas unidades da Fundação Municipal de Saúde que possuem o Serviço de Atenção Especializado (SAE), bem como cuidados de acolhimento e ações de prevenção. Além disso, o teste rápido é gratuito e oferecido em todas as unidades da rede básica de saúde.

Centro de referência - O Hospital Municipal Carlos Tortelly (HMCT), no Centro, é a referência para internação. O local possui uma enfermaria exclusiva com médico infectologista de plantão 24 horas e oferece atendimento ambulatorial para adultos. Já as crianças e adolescentes são encaminhadas para o Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho, o Getulinho.

Para atendimento ambulatorial, adultos, crianças e adolescentes, contam com a Policlínica Regional Sérgio Arouca, Policlínica Regional do Barreto, Policlínica Regional Carlos Antônio da Silva e Policlínica Regional do Largo da Batalha, Hospital Universitário. Já a Policlínica Regional da Engenhoca, Policlínica Regional do Fonseca, Policlínica Regional de Itaipu e o Hospital Azevedo Lima (HEAL) realizam atendimento apenas do público adulto. Gestantes HIV positivo têm atendimento na Policlínica de Especialidades da Saúde da Mulher Malu Sampaio.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, além dos cuidados clínicos, o trabalho preventivo é fundamental para a não evolução do vírus em nosso território.

“Niterói oferece atividades de promoção e prevenção da saúde, medicamentos, material educativo, além de oferta e distribuição de preservativos masculinos e femininos, e gel lubrificante. A secretaria também promove, através de campanhas, a garantia de direitos humanos e a qualidade de vida em geral para as pessoas portadoras de HIV/Aids”, destaca o secretário.

O atendimento das Profilaxias Pós Exposição Sexual (PEP) é realizado em todas as emergências municipais e no HEAL; enquanto a Profilaxia Pré Exposição Sexual (PREP) é oferecida também no HMCT.

Autoteste - Este ano a SMS passou a ofertar mais uma opção para ampliar e facilitar o diagnóstico de HIV: o autoteste. O exame, que pode ser feito em casa, é uma iniciativa do Ministério da Saúde e permite o acesso ao diagnóstico precoce da doença, principalmente para aqueles que precisam ser testados com maior frequência por conta da exposição contínua ao risco de contaminação.

O programa foi implantado no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), localizado na Policlínica Regional Sérgio Arouca, no Vital Brazil, e funciona às segundas, quartas, quintas e sextas, das 8h às 16h30. Essa nova modalidade não substitui a testagem rápida que já é oferecida na rede de saúde da cidade para toda a população.

A coordenadora do Programa de IST-AIDS da secretaria de saúde do município, Márcia Santana, destaca que a medida foi colocada em prática com maior agilidade devido à pandemia da Covid-19.

“A distribuição dos autotestes de HIV durante a emergência de saúde pública, causada pela atual pandemia, objetiva manter a oferta de testagem para as pessoas que estão historicamente em situação de maior vulnerabilidade para a infecção do HIV”, explica Márcia, reforçando que o autoteste não deve ser distribuído em substituição aos testes rápidos para todas as pessoas que buscam os serviços, mas com foco nas populações-chave e prioritárias para o HIV.

Seminário - Nesta quinta (3), será realizado o 18° Seminário Redesuaids - Rede de Educação e Saúde para Prevenção das IST, Aids e Hepatites Virais de Niterói. O evento será online, a partir das 14h.

O seminário será organizado pelo Programa de IST/Aids e Hepatites Virais da Coordenação de Vigilância em Saúde (Covig) da Secretaria de Saúde de Niterói. Os convidados são Brenda Hoagland, Tânia Brum, Nara Fagundes Correia, Ana Luiza Ferreira, Fabrícia de Souza Tavares, Nelly Brito e Eliseu Leal. Este evento será mais uma importante contribuição da ReduSaids para a atualização de informações sobre prevenção e cuidados ao HIV/Aids, em mediação de Cláudia Santamarina (Assessoria Estadual de IST/ Aids e Hepatites Virais do RJ).

 


Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ